Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEEs)

O que é Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEEs)?

O crescente consumo de combustíveis fósseis, emissões de gases nas cidades e no campo, destruição das florestas e outros recursos naturais são causas de elevações da concentração de Gases de Efeito Estufa (GEEs) na atmosfera.

Em excesso devido às atividades humanas, os GEEs são causadores do fenômeno das Mudanças Climáticas ou Aquecimento Global, que tem como efeito diversas transformações e riscos às condições de vida no Planeta.

O Inventário de GEEs identifica fontes de emissões e quantifica os gases emitidos em um determinado período base, conforme a metodologia internacional do GHG Protocol  – GreenhouseGas Protocol, do IPCC – Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas.

São seis os gases denominados GEEs: dióxido de carbono (CO2); óxido nitroso (N2O); hidrofluorcarbonos (HFCs); perfluorcarbonos (PFCs); e hexafluoreto de enxofre (SF6).

Quem exige o Inventário de GEEs?

Os inventários de GEEs passam a ser mecanismo de diagnóstico e controle das emissões de gases no contexto da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), criada durante a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento ocorrida no Rio de Janeiro em 1992 devido a preocupação de cientistas quanto ao aquecimento global, regulada pelo Protocolo de Quioto, que vigorou até 2012, e pelo acordo de Paris, durante a COP21, realizada em 2015 (link).

A Política Nacional de Mudanças do Clima (Lei nº 12.187/2009), que traça as ações do Brasil para o enfrentamento das alterações climáticas, institui os inventários como instrumentos de sua política.

Cada vez mais, os órgãos ambientais exigem a apresentação de Inventário de GEEs como obrigatório para o licenciamento ambiental de determinadas atividades potencialmente poluidoras, caso do Estado de São Paulo, junto a CETESB (SP) e estado do Rio de Janeiro, junto ao INEA.

Quais as vantagens de um Inventário de GEEs?

O inventário de GEEs constitui-se como importante diagnóstico, primeiro passo para redução das emissões e para a compensação de carbono.

O inventário de GEEs colabora para a mitigação dos efeitos das Mudanças Climáticas e também colabora para a redução de custos produtivos e aumento da eficiência dos processos de uma organização.  Uma poderosa ferramenta de gestão, cria oportunidades como apontando equipamentos e práticas mais econômicos e antecipa futuras exigências legais.

Entre as recomendações, medidas de monitoramento, eficiência energética e gerenciamento de resíduos são comumente sugeridas da redução das emissões. O plantio de árvores é outra forma de compensar os carbonos emitidos.

Como a Master Ambiental pode ajudar?

A Master Ambiental conta com profissionais competentes e especializados na realização de Inventário de Gases de Efeito Estufa e com a parceria  com a consultoria do prof. Carlos Roberto Sanquetta, PhD.

Entre em contato, tire suas dúvidas e solicite já um orçamento!