Master Ambiental realiza monitoramento de obras de rodovias em diversas regiões do país

Minas Gerais,  Paraná e Mato Grosso do Sul estão entre os Estados atendidos pela consultoria

monitoramento de obras de rodoviasAcompanhar e orientar os cuidados ambientais em obras de infraestrutura rodoviária é o escopo do monitoramento de obras de rodovias desenvolvidos pela Master Ambiental.

Minas Gerais – MG050
A Concessionária Nascentes das Gerais executa uma série de obras no percurso de Joatuba, próximo a Belo Horizonte, até São Sebastião do Paraíso, divisa com São Paulo. Para a implantação de passarelas e acostamentos, além da duplicação da rodovia e correção de traçado, a equipe técnica especializada da Master Ambiental monitora os 370 Km da MG-050.


O monitoramento identifica e previne impactos ambientais, por meio da indicação de soluções, também transmitidas ao corpo de operários e engenheiros. “Por se tratar de um trecho extenso, desenvolvi um olhar mais clínico quanto aos impactos da obra, o que tem sido enriquecedor”, ressalta o analista da Master Ambiental e biólogo, que realiza o monitoramento semanal, Diego Carrilho, com relação à experiência positiva para formação profissional.

Para o engenheiro ambiental, Eduardo Hideo Nagao, que também acompanha as obras, o diferencial do trabalho está na metodologia desenvolvida a partir de diferentes áreas do conhecimento, cuja interligação aprimora o serviço. “Muitos trechos em obra precisam da identificação de fauna e flora. Então, fazer o campo com um biólogo adianta essa identificação das espécies, o que eu não conseguiria fazer sozinho”, destaca.

A Master Ambiental fornece aos clientes o serviço de monitoramento para apoiá-los na realização de uma gestão ambiental eficiente de suas obras. Para tanto, as concessionárias de rodovias precisam estar comprometidas em dar efetividade à avaliação e mitigação de impactos ambientais.

Paraná – BR 376 e PR 151
No Paraná, a equipe da Master Ambiental monitora, atualmente, um trecho de cerca de 560 Km, administrado pela concessionária CCR Rodonorte. Segundo o engenheiro ambiental, responsável por acompanhar as obras, Rafael Ciciliato, o trabalho se estende por dois trechos de duplicação da BR 376, um em Ponta Grossa e outro entre os municípios de Apucarana e Califórnia, além de um percurso da PR 151, em implantação no município de Jaguariaíva.

Ciciliato salienta a importância do monitoramento ambiental como ferramenta de gestão ambiental. “É essencial para dar continuidade ao processo de avaliação de impacto ambiental, contribuindo para melhoria das práticas ambientais e assegurando a implementação dos compromissos assumidos no licenciamento”. Para ele, a satisfação em realizar esse tipo de trabalho é grande. “Fico feliz em sugerir melhorias para amenizar os impactos de obras deste porte”.

Diego Caffareno, que também está no desenvolvemento do projeto, comenta que é necessário diferentes metodologias em cada etapa. “A aplicação das metodologias de monitoramento gera muito aprendizado para toda a equipe que executa o trabalho e a experiência tem sido desafiadora”, afirma.

Mato Grosso do Sul – BR 163
Em fase inicial, o projeto de monitoramento ambiental realizado pela Master Ambiental na BR 163, administrada pela CCR – MS Vias, envolve um longo percurso, de 900 Km, que se estende por todo Estado do Mato Grosso do Sul, desde a divisa com o Paraná, no município de Mundo Novo, até a divisa ao norte com o Mato Grosso, na cidade de Sonora.

A concessionária realiza a duplicação e requalificação da rodovia, que passa por 19 municípios, entre os quais a capital Campo Grande. O trajeto, muito utilizado para transporte dos segmentos agroindustrial e de comércio, também têm importância turística.
Saiba mais sobre a consultoria da Master Ambiental, clique aqui. 
Comentários