BNDES destinará R$ 40 milhões para financiar projetos de eficiência energética

BNDES destinará R$ 40 milhões para financiar projetos de eficiência energética

Credito será fornecido para pequenas e médias empresas com projetos de redução do desperdício de energia elétrica e, consequentemente, da emissão de gases de efeito estufa

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou no dia 9 de novembro em um evento paralelo à 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP-26), a criação do Programa de Garantias a Crédito para Eficiência Energética (FGEnergia). O programa fornecerá a concessão de crédito indireto a projetos de eficiência energética.

Os R$ 40 milhões iniciais foram captados do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel) e garantirá o empréstimo de até R$330 milhões. Segundo o BNDES cada real impulsionará até 8 vezes o valor emprestado.

Segundo as regras do FGEnergia, as garantias poderão cobrir até 80% do valor do financiamento que pode chegar até R$3 milhões por empresa. O prazo de cobertura pode variar de 12 até 84 meses.

A informação disponibilizada pelo BNDES é que as garantias começarão a ser oferecidas a partir do início do ano de 2022. O Banco também disponibilizará uma página em seu site para os interessados inserirem os dados dos projetos e saberem se o projeto é aderente ao FGEnergia.

Quer saber mais sobre como a Master Ambiental pode ajudar a sua empresa? Entre em contato com nossos consultores. 

Portfólio Master Ambiental

 

Estão abertas as inscrições ao Ciclo 2022 do Programa Brasileiro GHG Protocol para adesão e renovação

Empresas que desejam realizar o Registro Público de Emissões de GEE devem ficar atentas as datas

O Inventário de Gases de Efeito Estufa é o primeiro passo para a organização que deseja reduzir as emissões e realizar a compensação de carbono. Esse estudo pode ser significativo para a redução de custos produtivos e aumento da eficiência dos processos de uma organização.

Uma das formas de realizar o Inventário de Gases de Efeito Estufa e divulgar os dados é aderindo ao Programa Brasileiro GHG Protocol. O Programa foi desenvolvido em 2008, sendo responsável pela adaptação do método GHG Protocol ao contexto brasileiro, desenvolvendo ferramentas de cálculos para estimativas de emissões de gases de Efeito Estufa.

O Programa é composto por um Registro Público de Emissões que é uma plataforma online que auxilia as organizações nas publicações de seus inventários de gases de efeito estufa. A plataforma já possui mais de 3 mil inventários disponíveis publicamente e a agenda do Ciclo do ano de 2022 já foi publicada com o prazo máximo para adesão até abril de 2022 para a opção sem treinamento. Leia mais

Empresa de navegação tem Inventário de GEE publicado no Portal da FGV e verificado pela ABNT

Empresa de navegação tem Inventário de GEE publicado no Portal da FGV e verificado pela ABNT

Estudo da Galáxia Marítima foi realizado pela Master Ambiental

O Inventário de Gases de Efeito Estufa é um estudo que identifica e quantifica os gases emitidos em um determinado período por uma empresa. No caso da Galáxia Marítima, o inventário foi realizado sobre suas atividades administrativas e duas embarcações. O estudo foi publicado pela FGV e verificado pela ABNT, recebendo o selo de verificação ouro.

A Galáxia Marítima é uma Empresa Brasileira de Navegação (EBN) e está localizada em Macaé, RJ. Sua principal atividade está relacionada ao apoio marítimo, atuando no Afretamento e Operação de embarcações destinadas a suprimento de unidades offshore de exploração e produção, reboque e manuseio de âncoras, resposta rápida e recolhimento de óleo derramado, monitoramento ambiental e sísmica, além de engenharia submarina. Leia mais

Novas disposições do Inventário de Gases de Efeito Estufa em São Paulo

Novas disposições do inventário de gases de efeito estufa em São Paulo

Publicada em abril, decisão de diretoria da CETESB amplia obrigatoriedade de GEE para novas atividades, incluindo aeroportos

Em abril de 2021 a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB publicou a Decisão de Diretoria Nº035/2021/P que apresenta os critérios para elaboração do Inventário de emissões de gases de efeito estufa e inclui novas atividades que deverão encaminhar  o inventário para análise da Companhia.

A apresentação do inventário de GEE no estado de São Paulo já era obrigatória para 28 segmentos empresariais. Com a publicação da decisão, esse número sobe para 31 e inclui: Leia mais

IPCC 2021

Relatório IPCC 2021 estima que aquecimento global pode superar 1,5°C

É preciso ações rápidas para reduzir as emissões de gases de efeito estufa

O novo relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, na sigla em inglês), publicado no dia 9 de agosto, apresenta os impactos do aquecimento global com estimativa de chegar 1,5°C a 2°C nas próximas décadas se não houver uma significativa redução das emissões de CO² e outros gases de efeito estufa.

O relatório tem cerca de 3.500 páginas e representa anos de pesquisa sobre o tema. Foi escrito por mais de 200 cientistas de mais de 60 países, além de citar mais de 14.000 estudos individuais. O relatório tem o nome “Climate Change 2021: The Physical Science Basis”. Leia mais

Agropecuária Regenerativa de Baixo Carbono em Pauta no Portal Conexão Agro

Produtividade e respeito ao meio ambiente na agropecuária, a Master Ambiental apoia essa iniciativa.

A Sustentabilidade ganha cada vez mais espaço na agropecuária brasileira. E existem experiências de ponta que são exemplos de sistemas de produção sustentáveis – e com lucratividade, a chamada Agropecuária Regenerativa de Baixo Carbono.

O Portal Conexão Agro realiza live com a participação de debatedores de renome para falarem sobre sistemas produtivos verdes: Roberto Giolo, pesquisador da Embrapa Gado de Corte (MS), Roberto Strumpf, diretor da Pangea Capital, e Pelerson Penido o presidente do Grupo Roncador.

Leia mais

A meta da sua empresa é publicar o Inventário de GEE no ciclo 2019 do Programa Brasiliero GHG Protocol?

Fique atento, o prazo para adesão para publicação encerra em abril

O Registro Público de Emissões é uma plataforma de publicação dos inventários de emissões de gases de efeito estufa (GEE). Para publicar os resultados das emissões, as organizações precisam se tornar membros do Programa Brasileiro GHG Protocol, coordenado pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da FGV – EAESP (FGVCEs). Leia mais

Inventário de Gases de Efeito Estufa não é só para grandes empresas

Conheça as vantagens de fazer o inventário e publicá-lo no Programa Brasileiro do GHG Protocol

Um primeiro grande passo para combater os danos das Mudanças do Clima é reduzir as emissões de Gases de Efeito Estufa – GEE.

Esses gases estão em excesso na atmosfera devido a atividades humanas como a queima de combustíveis fósseis e desmatamento. Já totaliza 405ppm e após 450ppm não se sabe o que pode acontecer.

Não há como reduzir emissões efetivamente sem conhecê-las e para isso existe o GHProtocol – o método mais utilizado no mundo para elaboração de inventários de gases de efeito estufa. Leia mais