noticia-litoral-do-pacific-2

ONU reforça caráter de urgência no combate ao aquecimento global

ONU reforça caráter de urgência no combate ao aquecimento globalA última terça-feira (2) foi marcada por u alerta importante da chefe das Nações Unidas para a Mudança Climática, Christiana Figueres. Em conferência da Organização das Nações Unidas (ONU), em Samoa, ela anunciou a necessidade urgente de atitudes contrárias ao aquecimento global.

Leia mais

noticia-400-news

Alerta vermelho para mudanças do clima

Alerta vermelho para mudanças do climaJá em 2007, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), grupo dos mais reconhecidos especialistas de todo o mundo no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU), concluiu que o aumento a partir de 2°C na temperatura média do planeta já ocasionaria mudanças significativas no clima global.

Efeitos como o degelo nas áreas polares e o aumento do nível dos oceanos, até a maior frequência e gravidade de eventos climáticos extremos e por consequência refugiados ambientais, seriam então sentidos – principalmente pelos países e pessoas mais pobres, sem recursos para prevenir e remediar tais problemas.

Leia mais

noticia-rio-madeira-brasil

Cheia do rio Madeira levanta suspeitas sobre usinas hidrelétricas

Cheia do rio Madeira levanta suspeitas sobre usinas hidrelétricasUma cheia histórica no rio Madeira provocou transtornos em toda região e despertou suspeitas de que as barragens das usinas hidrelétricas Jirau e Santo Antônio podem ter um impacto maior que o previsto anteriormente.
A cheia do rio Madeira deste ano é a maior desde que o nível de água começou a ser medido, há 47 anos, segundo o Serviço Geológico do Brasil (CPRM), responsável pelo monitoramento da vazão do rio. Segundo a entidade, pode ser a maior dos últimos 100 anos.

Leia mais

noticia-licao-de-um-verao-escaldante

Lições de um verão escaldante

As fragilidades do Brasil para lidar com eventos extremos

Lições de um verão escaldanteEste verão ainda nem acabou, mas já marcou seu lugar na História. Não apenas por ser dos mais quentes, mas por revelar o quanto ainda precisamos fazer para lidar melhor com os chamados “eventos extremos”. Vejamos algumas situações:

1) O verão mais quente das últimas décadas no Brasil (em São Paulo, foi o janeiro mais quente dos últimos 71 anos) e as ondas de frio recorde no hemisfério norte podem ser fenômenos climáticos mais frequentes e intensos daqui para frente. É o que apontam os relatórios recentes do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU). Convém conhecer melhor esses estudos e incorporá-los ao planejamento estratégico dos países.

Leia mais

noticia-inventario-irmaos2

Inventário de emissões de GEE é diferencial na hora dos negócios

Em busca de novos clientes, mineradora de Colombo – PR recorre à consultoria da Master para elaboração de inventário

Inventário de emissões de GEE é diferencial na hora dos negóciosPara atender ao pedido de um cliente de primeira linha, a indústria de mineração de calcário, Irmãos Mottin Ltda localizada em Colombo, região metropolitana de Curitiba – PR, contratou a consultoria da Master Ambiental para elaboração do Inventário de Gases de Efeito Estufa (GEEs). O diagnóstico quantificou as emissões de gases causadores do efeito estufa pelas atividades da mineradora.

O processo produtivo da empresa, há cerca de seis décadas no ramo, envolve a exploração e beneficiamento de minérios com vistas à produção de cal e outros derivados, além do seu transporte e fabricação. Dentre os produtos comercializados, estão o calcário agrícola, a cal virgem, a cal hidratada, a cal de pintura e o cal fino.

Os responsáveis pela mineradora visualizaram na elaboração do inventário a possibilidade de atrair novos clientes. “A questão ambiental está em evidência, então a empresa que se preocupa em potencializar isso, muda seus procedimentos, investe no próprio negócio e contribui com o planeta”, ressalta o gerente da mineradora, Edson Mottin.

Leia mais

noticia-aumento-temperatura

Temperatura da superfície global pode exceder de limite seguro, alerta IPCC

Temperatura da superfície global pode exceder de limite seguro, alerta IPCCO Painel Intergovernamental sobre Mudança do Clima (IPCC), que conta com apoio da ONU,afirmou que a temperatura da superfície global pode exceder 1,5°C no final do século 21 em um cenário mais brando. Em cenários mais preocupantes, poderá exceder em 2°C, superando o limite considerado seguro pelos especialistas.

Os dados são do relatório do IPCC intitulado “Mudança Climática 2013: a Base das Ciências Físicas” e lançado nesta sexta-feira (27) em Estocolmo, na Suécia.

“As ondas de calor são muito prováveis de ocorrer com mais frequência e durar mais tempo. À medida que a Terra se aquece, esperamos ver regiões úmidas receberem mais chuvas e regiões secas receberem menos, apesar de exceções”, disse o copresidente do grupo de trabalho responsável pelo documento, Thomas Stocker.

Leia mais

noticia-temperatura

2013 foi quarto ano mais quente desde 1880

2013 foi quarto ano mais quente desde 1880Em 2013, as temperaturas bateram recordes. O último ano foi, juntamente com 2003, o quarto mais quente registrado desde 1880, segundo o Centro Nacional de Dados sobre o Clima dos Estados Unidos. A média da temperatura anual foi 0,62 grau Celsius acima da média do século 20 (13,9 graus).

Segundo o estudo divulgado nesta terça-feira (21/01), o ano mais quente já registrado foi 2010, onde o aumento foi de 0,66 grau Celsius. Todos os 13 anos do século 21 registraram temperaturas acima dessa média. O segundo ano recorde de calor foi 2005, seguido por 1998.

Leia mais

noticia-pnuma

Área equivalente a do Brasil pode estar degradada até 2050, alerta Pnuma

Área equivalente a do Brasil pode estar degradada até 2050, alerta PnumaO mundo pode ter 849 milhões de hectares (uma área equivalente ao território do Brasil) degradados até 2050 caso os padrões insustentáveis de uso da terra sejam mantidos. A conclusão consta no relatório Assessing Global Land Use: Balancing Consumption with Sustainable Supply, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), lançado na sexta-feira, 24 de janeiro, durante o Fórum de Davos, na Suíça.

Leia mais

noticia-cop

COP-19 aprova acordo sobre florestas para amenizar fracassos de Varsóvia

COP-19 aprova acordo sobre florestas para amenizar fracassos de VarsóviaAno após ano o filme se repete. Diante da falta de resultados das Conferências das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, os negociadores e chefes de Estado dos países aprovam, aos “45 do segundo tempo”, algum acordo para minimizar as pressões da comunidade internacional.
Na conturbada COP-19, em Varsóvia (Polônia), o tratado diz respeito a normas sobre financiamento de projetos para florestas em nações em desenvolvimento, abrindo caminho para investimentos multibilionários de governos, órgãos de fomento e empresas privadas em esquemas para deter o desmatamento.

Leia mais

noticia-nivel-dos-mares

Nível dos mares e oceanos nunca subiu tão rápido como em 2013, afirma Organização Meteorológica Mundial

Nível dos mares e oceanos nunca subiu tão rápido

O nível dos mares e oceanos alcançou um novo recorde este ano, conforme um relatório preliminar divulgado pela Organização Meteorológica Mundial nesta quarta-feira (13/11), durante a conferência de mudanças climáticas realizada em Varsóvia.

Segundo o relatório da organização da ONU, o recorde foi alcançado em março. Desde então, os mares estão subindo numa média de 3,2 milímetros por ano, o dobro da média registrada no século 20.

Essa alteração atinge diretamente os moradores de regiões costeiras, que ficam mais vulneráveis a fenômenos meteorológicos como o tufão Haiyan, que causou milhares de mortes nas Filipinas.
Leia mais